As Birras...

As birras são, muitas vezes, temidas pelos pais que, nos lugares mais inadequados, se sentem pressionados a resolver a situação na presença estranhos e de olhares alheios. Até mesmo na privacidade de casa, as birras conseguem colocar à prova as competências parentais.

 

Bons exemplos de birra são uma criança que explode com impaciência ou outra que grita no meio do supermercado depois de ouvir um "não". Bater, chorar, gritar, dar pontapés, atirar-se para o meio do chão e usar linguagem não permitida são manifestações típicas que acompanham a birra de crianças entre os três e...

“Os pais têm medo de ser pais. Têm medo de dizer 'não'” - veja a entrevista

O espanhol Javier Urra aconselha os pais a imporem regras para não terem filhos tiranos. Poucas, mas para cumprir.

 

Javier Urra é o pai do Pequeno ditador, publicado em 2007, pela Esfera dos Livros. Nove anos depois, O Pequeno Ditador Cresceu e por causa dele, o psicólogo e professor da Universidade Complutense de Madrid, regressou a Lisboa para falar do novo livro, mas também do seu programa clínico recURRA Ginso, um campus a alguns quilómetros da capital espanhola que recebe adolescentes e jovens já em fim de linha. Aqueles que não vão à escola,...

Como elogiar sem mimar

Dizer 'parabéns, conseguiu' é melhor do que 'é muito inteligente', enquanto falar 'perfeito' pode até atrapalhar

 

“Uau, você é muito inteligente” e “nossa, você persiste e consegue”, podem ser duas reações possíveis para o mesmo feito, mas que resultam em mensagens completamente diferentes. Na primeira, a valorização é por uma característica inata e não há nada que a pessoa deva ou possa fazer. No segundo caso, a exaltação dirige-se ao esforço e, portanto, o elogiado recebe uma pista de como conseguir novos êxitos.

 

A diferença de comportamento entre crianças...

HÁ CADA VEZ MAIS CRIANÇAS PORTUGUESAS A TOMAR A DROGA DA BOA NOTA

O excesso de medicação das crianças portuguesas está a preocupar alguns médicos, nomeadamente face ao aumento das prescrições associadas a transtornos de hiperactividade e défice de atenção.

 

Uma investigação do Diário de Notícias apurou que as crianças portuguesas “cada vez mais estão a ser tratadas com anti-psicóticos e outros medicamentos psiquiátricos habitualmente prescritos...

Pages